Coluna Bravo! – Carta Capital

Por Pedro Alexandre Sanches 

CartaCapital

Eu Preferia Ter Perdido um Olho, livro de crônicas da paraense Paloma Franca Amorim, vem ao mundo em tempo eloquente, governado em crise por símbolos masculinos como Michel Temer, José Mayer, Sílvio Santos e o médico desequilibrado do Big Brother Brasil. Paloma revela-se desde a crônica que dá título ao livro: “Um vizinho com quem eu costumava brincar jogou uma pedra em meu olho direito que quase me deixou cega. Lembro-me de quão desesperada minha mãe ficou, dizia que ele poderia ter acabado com a minha vida. Um dia falei: e aquela vez que me levaram para o banheiro? Foi grave também. Ela respondeu: ‘perder um olho é mais grave, esquece essa história’. Eu preferia ter perdido um olho.” 

O tema são dois estupros que sofreu, o primeiro na infância, o segundo na juventude. “Com 25 anos vivi uma dessas tragédias que acontecem de 11 em 11 minutos nas ruas da cidade. Porque vias públicas não são feitas para mulheres que andam sozinhas.” A mulher milita. 

Paloma publicou originalmente no jornal paraense O Liberal a maior parte das cronicas agrupadas no livro. Não é um feito pequeno, no mesmo instante em que a Rede Globo, um ano depois de patrocinar mais um golpe de Estado contra uma mulher, faz o possível e o impossível para parecer feminista. “Jamais fiz contatos políticos com a coluna no Liberal, embora hoje o espaço literário e opinativo num jornal também seja ocupado pela barganha.” conta a artista de teatro, música e literatura. “Nunca me acomodei sob o véu da imparcialidade, essa idéia tão difundida nos canais decrépitos do jornalismo brasileiro”. A Amazônia sangra seiva quente, viva. 

“Minha posição como autora é determinada pelo meu lugar no mundo: sou uma mulher negra de 30 anos, cuja ascendência indígena, africana e portuguesa faz com que a sociedade, guiada pelo racismo institucional, me leia como mulata”. define-se, esculpida em poesia, dor e resistência. “Sou filha da classe trabalhadora, eu tenho um rio que corre em minhas veias”.

– abril de 2017

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s